domingo, 8 de janeiro de 2012

O Poema em mim

DE...PRE...SSÃO...
Adriana Mendonça




Não sei o que sinto
Mas o desespero me consome
A angustia me atravessa a alma
Meu corpo pesa...
Meu coração dispara
Choro lágrimas salgadas
Meu corpo treme
Meu estômago arde...
O medo...a angustia...a raiva me invadem
Não corro...
Não fujo...
Mas sofro...
Não consigo sumir de mim mesma
Não consigo não sentir
Não consigo não pensar
Não consigo
Tudo é um vazio cheio...
As pessoas me irritam
As luzes me atrapalham
A escuridão me absorve...
Nada está bom
Tudo está errado
Quero a solidão
Quero não sentir
Quero não ruir
Quero escapar...
Mas não consigo
Há um oco onde o sentimento explode
E implode em mim
Me deixando em pedaços
Sem sono
Sem fome
Sem nada...
Que dor é essa que vem da minha alma?
Que tristeza é essa que não consigo controlar?
Que desespero é esse que me consome viva?
Que martírios são esses que marcam minha existência...
Que choram a vida...
E sonham sonhos ruins...

Aonde chegarei assim...
Em pedaços
Sofridos
de mim...

Um comentário:

  1. amiga que bom q voltou à postar e a escrever.. teus poemas parecem mais tristes e introspectivos, mas é bom poder escrever hein?? adorei te ler novamente.. bjos mil.

    ResponderExcluir