quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O poema em mim.

AMOR VIRTUAL
Adriana Mendonça


Imagino seus olhos nos meus, referentes;
Sinto seu cheiro limpo, vazio...
Escuto sua voz em minha mente
Falo com o som do teclado frio.

Quem é você que eu sinto tão próximo?
Quem é você que me faz tão bem?
Quem é você que me ilumina o dia?
Quem é você?

Só sei que me faz falta
Só necessito de seu calor fervente
Só quero a sua loucura máxima
Só amo a sua imagem ausente

Faz parte de mim o seu ser
Como uma alma repartida
Faz parte de mim o teu querer
Como uma pessoa faminta

Mesmo não podendo te tocar
Mesmo não podendo te olhar
Mesmo não podendo te falar
Mesmo não podendo te abraçar...

É você...meu querido
Meu companheiro diário
Minha fonte de alegria
Meu melhor e pior dia.
Meu amor Virtual...é você.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Poemas que eu gosto.

Amor Maior
(Paulo Mendonça – No livro: Mulher um Resgate Íntimo)


O quanto parti em desatino,
Vulnerável do destino.
O quanto aprontei por ai,
Vulnerável do impulso.
O Quanto amei tantas vezes,
Vulnerável do Eros.
O quanto poeta tornei-me
Vulnerável do sentimento.
O quanto sofri e por tantas,
Vulnerável do amor.
O quanto às fiz sofrerem,
Vulnerável do ego.
O quanto me tornei perdido,
Vulnerável da vida.
O quanto me tornei triste,
Vulnerável do desalento.
O quanto me tornei só,
E vulnerável.
Vulnerável acudido por ti,
Fecunda Lilith.
Cujas sementes um dia plantei,
Fecundo útero.
E que fizestes germinar em frutos,
Fecunda mãe.
Tomada de sua plenitude,
Fecunda dama.
No tempo que nos agrisalhou-nos juntos,
Fecunda senhora.
E que o Eros, a Phillia e o Ágape,
Divina Musa.
Resgatou-nos com o maior dos amores,
Querida mulher.

Poemas que eu gosto

Eva Maria
(Paulo Mendonça - Mulher Um Resgate Íntimo)

Por onde tua andas, Eva Maria?
Parida nas entranhas do Universo,
talhada em prosa e verso,
das mãos de Deus, divina alquimia.

Por onde tu andas, tão à toa,
no altar da hipocrisia, embutida,
pois te chamaram, um dia, pervertida,
e esqueceste de ti, ó leoa.

Por onde tu andas em pilhéria,
pela costela de Adão, submissa,
obrigações, deveres e a missa,
no deus te pague por essa miséria.

Porque não gritas: "sou o paraíso",
que um dia concedeu ao Adão,
o direito de ser um João,
da corte ao seu fêmea, Narciso.

Enfim, por onde andam as Veras,
as Paulas, Cristinas e Adrianas,
Josefinas, Reginas e Anas?
Todas Marias...Evas quimeras...

Evas das entranhas parideiras;
altares do amor...masmorras da dor...

Marias estranhas prisioneiras,
dos Joãos, dos Joãozinhos, do pudor...

O Poema em mim

Essa poesia fiz para minha prima querida e minha afilhada....Mariana.


Sábado de Sol
Adriana Mendonça


Os dias estavam chuvosos nas vésperas de seu dia,
Mas tinha que ser em um sábado de Sol
Que um milagre bem vindo acontecia

Meus olhos reconheceram uma pequena criatura
Que atrás do vidro chorava nos ecos do silêncio
Até que a porta se abriu e ouvi o grito de seu choro
Criança, amada, caçula, esperada, florescia.

Você assustada reconhecia a vida
Que de fora três crianças esperavam afoitas
Aquela menina de olhos claros e gordinha
Que mesmo recém nascida brilhava
Naquela manhã ensolarada

Eu a mais velha reconhecia
Aquela que fechava um ciclo
Que dá família nascia
Essa criança amada

Hoje caçula e adulta
Filha, irmã, prima, tia e sobrinha...
Que de uma manhã ensolarada nascia
E de amor nos cobria.

O Poema em mim

Sonhos...
Adriana Mendonça


sonhos....sonhos que tenho por ti
são sonhos molhados....cansados....
sonhos que ficam afim
de algo atordoado
com gosto de pecado ou algo assim

O poema em mim

INSPIRAÇÃO
Adriana Mendonça.

hoje estou poética...quem sabe não escreva alguns...
poemas que farão as letras dançarem em valsas loucas...
poesias que marcarão esferas, tirando a essência e a dor....
palavras que dirão tudo em espaços vazios...
e canções que explodirão em cor....

criando....cantando...dançando....amando....chorando....
poemas...poesias...palavras....canções
loucas....dor....vazios....cor....

Estranhas criaturas....entranhas esperanças....estranhos conjuntos....
Dúvidas...
Alegrias...
Lágrimas...
Inspiração....

Inundando a essência da alma
Fazendo chorar...
Fazendo amar....
Fazendo realizar....

Os sonhos....em poemas...poesias....palavras e canções....
Na dor....
Cor....

Um pouco de mim...

Eu nasci as quatro da tarde de uma segunda feira, não sei porque tinha que nascer em uma segunda feira...porque sou preguiçosa de natureza e o destino brincou comigo quando decidiu me colocar no mundo no dia internacional da preguiça....bem!!!! Pensando bem foi mesmo um dia ideal para eu chegar a esse mundo. Então não erraram quando me lançaram nesse mundo louco na segunda feira, mas agora pensando me deu a curiosidade de saber como são as pessoas que nascem na terça, quarta, quinta, sexta, e ainda no fim de semana, ai Deus....não liguem....sou assim mesmo....viajo muito....sou criativa demais e as coisas passeiam em minha cabeça sempre que penso, isso não quer dizer que seja burra e minha cabeça oca...isso não....me acham até muito inteligente, mas o meu problema é mesmo a preguiça, ou a indecisão, sempre começo as coisas e me perco pelo caminho tanto que tenho várias estórias começadas e não consigo termina-las.....hahaha....é essa sou eu....hum....acho que esqueci de falar....sonho em ser escritora....aliás eu sou uma....hahaha....bem falam que escrevo bem....mas ainda não me convenci de todo....mesmo as pessoas achando que sou convencida de natureza.....mas é assim....essa sou eu.....louca....mas feliz....bem....não feliz de tudo....isso não....porque acho que não existe felicidade completa....mas tento ser....mesmo as vezes pirando e entrando em minhas depressões....mas é que as vezes quero tanto e esse tanto e tão grande que não consigo alcançar e isso me dá medo....e o medo me consome e por isso fico triste.....mas ai me trato e volto a sorrir e choro sim.....mas de emoção...porque sou emotiva demais....

Tenho uma família linda....meus pais me amam até que demais.....isso as vezes me sufoca....mas fazer o que....melhor amor demais que de menos né??? E um irmão que é todo ao contrário de mim....é ativo....não tem medo de nada....sai no mundo dando a cara pra bater.....mas é assim....acho que tem que ter os extremos para balancear não é??? Bem acho que sim....e posso dizer que sonho....sonho demais.....vivo vidas que queria viver....viajo em minha mente e conheço tantos lugares....vivo tantas vidas diferentes....e acho que por isso escrevo....porque me sinto livre na minha imaginação.

Tenho poucos amigos....uns mais chegados...outros mais íntimos.....mas para falar a verdade sou uma pessoa não tão fácil de lidar....como dizem por ai....sou muito cabeça dura e geniosa....mas não sei porque meus amigos me amam mesmo assim....me chamam de louca e engraçada....e acho que por isso que as pessoas se dão bem comigo....porque sou assim....

Porém acho que meu maior defeito é ter muito sentimento e muita emoção em mim....choro.....me sinto culpada....quero que todos e tudo a minha volta não sintam nada....não sofram nada porque me sinto responsável pelo sentimento deles....sei que sou errada....mas sou assim....e qualquer coisa me magoa e me faz sangrar em meu coração....

É isso gente.....esse é um pequeno resumo de mim....acho que não me conheço tanto assim....mas acho que essa música da Dani Carlo canta é o resumo de quem realmente sou eu....vou deixar a letra aqui pra vocês me conhecerem um pouco mais....

Beijão a todos....e convido para viverem comigo um pouco de mim.....e sigam esse meu pequeno espaço de imaginação que deixarei mensagens e pedaços de vidas que viverei ao lado de todos vocês....e então VAMOS FALAR UM POUCO DE...

http://www.youtube.com/watch?v=wYGPDTJSNiQ&feature=player_embedded



Música de Dani Carlos (essa letra sou eu)

Coisas Que Eu Sei
Danni Carlos
Composição: Dudu Falcão



Eu quero ficar perto
De tudo que acho certo
Até o dia em que eu
Mudar de opinião
A minha experiência
Meu pacto com a ciência
Meu conhecimento
É minha distração...
Coisas que eu sei
Eu adivinho
Sem ninguém ter me contado
Coisas que eu sei
O meu rádio relógio
Mostra o tempo errado
Aperte o Play...
Eu gosto do meu quarto
Do meu desarrumado
Ninguém sabe mexer
Na minha confusão
É o meu ponto de vista
Não aceito turistas
Meu mundo tá fechado
Pra visitação...
Coisas que eu sei
O medo mora pertodas idéias loucas
Coisas que eu sei
Se eu for eu vou assim
Não vou trocar de roupa
É minha lei...
Eu corto os meus dobrados
Acerto os meus pecados
Ninguém pergunta mais
Depois que eu já paguei
Eu vejo o filme em pausas
Eu imagino casas
Depois eu já nem lembro
Do que eu desenhei...
Coisas que eu sei
Não guardo mais agendas
No meu celular
Coisas que eu sei
Eu compro aparelhos
Que eu não sei usar
Eu já comprei...
As vezes dá preguiça
Na areia movediça
Quanto mais eu mexo
Mais afundo em mim
Eu moro num cenário
Do lado imaginário
Eu entro e saio sempre
Quando tô a fim...
Coisas que eu sei
As noites ficam claras
No raiar do dia
Coisas que eu sei
São coisas que antes
Eu somente não sabia...
Coisas que eu seiA
s noites ficam claras
No raiar do dia
Coisas que eu sei
São coisas que antes
Eu somente não sabia...
Agora eu sei...Agora eu sei...Agora eu sei...Ah! Ah! Agora eu sei...Ah! Ah! Agora eu sei...Ah! Ah! Agora eu sei...Ah! Ah! Eu sei!