quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Poemas que eu gosto

Eva Maria
(Paulo Mendonça - Mulher Um Resgate Íntimo)

Por onde tua andas, Eva Maria?
Parida nas entranhas do Universo,
talhada em prosa e verso,
das mãos de Deus, divina alquimia.

Por onde tu andas, tão à toa,
no altar da hipocrisia, embutida,
pois te chamaram, um dia, pervertida,
e esqueceste de ti, ó leoa.

Por onde tu andas em pilhéria,
pela costela de Adão, submissa,
obrigações, deveres e a missa,
no deus te pague por essa miséria.

Porque não gritas: "sou o paraíso",
que um dia concedeu ao Adão,
o direito de ser um João,
da corte ao seu fêmea, Narciso.

Enfim, por onde andam as Veras,
as Paulas, Cristinas e Adrianas,
Josefinas, Reginas e Anas?
Todas Marias...Evas quimeras...

Evas das entranhas parideiras;
altares do amor...masmorras da dor...

Marias estranhas prisioneiras,
dos Joãos, dos Joãozinhos, do pudor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário